Sunday, October 30, 2005

"O mio babino caro...."


O mio babino caro
Mi piace, é bello bello,
Vo'andare in Porta Rossa,
A comperar l'anello!
Si, si ci vogli andare!
E se l'amassi indarno,
Andrei sul Ponte Vacchio
Ma per buttarmi in Arno!
Mi struggo e mi tormento,
Oh! Dio vorrei morir!
Só para partilhar esta bela ária de Puccini convosco!!!!!

Saturday, October 29, 2005

"A minha primeira vez...."

Houve alturas que pensei que nunca iria conseguir adorar um espectáculo...que nunca teria aquela sensação de me levantar em sinal de reconhecimento, e ficar a aplaudir eternamente como manifestação da aprovação de um excelente trabalho....
Há a primeira vez para tudo e assim, no passado dia vinte e dois foi a primeira vez que fiquei surpreendentemente arrebatada por um espectáculo musical, e o mais interessante é que veio bater à minha porta........
O Fórum Romeu Correia mais vulgarmente conhecido por Fórum Almada (atenção que não tem nada a ver com o Almada Fórum, como todos teimam!!) é, em Almada, um ponto de lazer. Para além de ter uma biblioteca para crianças e adultos, uma videoteca, uma sala de exposições, tem ainda um auditório onde ocorrem com bastante assiduidade espectáculos diversos e, mais recentemente, é também utilizado como sala de cinema. Já há uns largos anos, a Paula preencheu um papel do Fórum com os meus dados e a partir daí recebo mensalmente o programa em casa e por vezes, um convite válido para duas pessoas.
Há aproximadamente um mês, recebi um convite para ‘André Santos & Acústica’....li muito por alto, vi que era música, que tinha contrabaixo, uma bailarina flamenga e pensei que poderia ser uma conjunção interessante.....e assim, na sexta feira, estava eu a falar com o Jibóia para irmos ver “um concerto de música jazz”....desculpa André Santos mas na altura só me lembrava do contrabaixo!!! Bem, quando li o convite mais atentamente, reparei que a minha leitura tinha sido um bocadinho distorcida.......o grupo é constituído por duas guitarras, um percussionista (à grande Pedro!!!), um contrabaixista, um pianista (que era também organista e gaitafolistamodernista) e uma bailarina flamenga.
Foram setenta minutos maravilhosos, cheios de composições originais pelo André Santos onde predominava o ritmo flamengo (que eu simplesmente ADORO!!!!). A simplicidade e cumplicidade entre os músicos, aliada à boa disposição, proporcionaram uma sensação de naturalidade e conforto que só pode ser transmitido por aqueles que adoram e dominam o que fazem....
Adorei este espectáculo.....do primeiro ao último.......Segundo....estiveste muito bem....para além dos teus ritmos transmites uma alegria e energia em palco que é contagiante!!!!!
Parabéns a todos!!!!!!!!!

Wednesday, September 14, 2005

"Os políticos devem estar loucos!!!!!"

As autárquicas estão a chegar....e com elas chega o monte de propaganda...ou melhor...parvalhada política!!!!!
Aqui para os meus lados existe um senhor do PS que anda com uns cartazes muito interessantes.......já não falando na fotografia que, enfim, deixa qualquer eleitor desmoralizado, o principal é realmente a frase.....aquele pedaço de texto que tem que cativar a população!!!!
Ora, este senhor, começou com uma frase que era qualquer coisa como: “Almada está parada no tempo!” Ó amigo, tenha lá calma, mas Almada é palco de numerosos eventos culturais de vários estilos artísticos e em diversas áreas, e neste momento é alvo de grande agitação uma vez que vai receber o metro de superfície.....quer dizer, nem tudo é perfeito mas.....PARADA NO TEMPO??? Não me parece nada adequado!!
O candidato, depressa se apercebeu desse facto (se calhar até pensava que Almada ficava no interior do país) e, como tal, deu uma certa dinâmica à campanha apostando nuns cartazes mais coloridos (como resposta a cartazes da oposição) com slogans do tipo: “Comigo os bons projectos vão sair da gaveta!!” e com fotografias de antigos projectos como o dos "arranha-céus" para a zona da Lisnave.......ora bem, quando esta ideia foi conhecida, foi alvo de grande polémica, falava-se em Manhatan e até dizia-se que as gigantes torres faziam sombra na rua do Alecrim, em Lisboa.... a presidente, uma senhora cheia de garra, lutou com afinco contra esta ideia no sentido da opinião da maioria Almadense e graças a tal, há hoje um projecto aparentemente bem arquitectado tendo em vista a criação de uma zona de habitação e lazer............eu até tremo só de pensar que os antigos projectos ainda estão na gaveta!!!!!!
Francamente não sei se este senhor se informou correctamente sobre a cidade de Almada, ou se concorreu às autárquicas para fazer a vontade a alguém mas, com este tipo de propaganda política, dissuade qualquer defensor dos interesses de Almada a votar no partido que representa!!!!

Tuesday, August 30, 2005

Cruzadas

Desde há dois anos para cá, e especialmente na época de verão, em que há mais tempo e paciência disponível, aproveito para fazer palavras cruzadas...e então adquiro daqueles livritos pequeninos, facilmente transportáveis e ando com aquilo para todo o lado.......a piada desvanece-se toda, quando tenho que tirar o livro da mala e o autocarro fica a olhar para mim a pensar que estou a tirar uma revista da playboy..........será que alguém me consegue explicar porque é que a maioria das capas das palavras cruzadas têm que vir com uma mulher de bimba à mostra????????

Tuesday, August 23, 2005

É pá menina e pó menino!!!!

As bolachas foram sem dúvida uma boa invenção do Homem....mas o real aproveitamento desta invenção surgiu quando alguém se lembrou que se pusesse as bolachas em pacotinhos individuais a venda iria disparar. A verdade, é que hoje em dia, numa época em que a gordura deixou de ser formusura, há muita gente a preocupar-se em fazer uma alimentação saudável, que conta com o postulado: devem fazer-se diversas refeições intermédias, como tal, é raro uma menina não ter na sua mala, um pacotinho de bolachas para comer a meio da manhã.
Se estes pacotinhos surgiram com as bolachas integrais, hoje em dia já não é assim e, como tal, encontram-se disponíveis bolachas de aveia, de maçã, de muesli, de mel, de manteiga, de chocolate e tantas outras variedades. No entanto.......é impensável ver uma menina tirar da sua mala um pacotinho de bolachas de chocolate (a não ser que venha expresso que são dietéticas) assim como, percam a esperança de ver um menino agarrado a um pacote de bolachas integrais.

??Será que as meninas não gostam de chocolate ou será que são mais preocupadas com uma alimentação saudável??
??Será que existe um estereótipo de as bolachas integrais não serem dignas de um verdadeiro macho ou será que eles detestam realmente tudo o que é integral??

Actualmente, a maioria da população feminina preocupa-se em fazer uma alimentação equilibrada e em manter a linha por duas razões principais: puro bem estar pessoal e incremento do poder atractivo.

Já eles, estão-se nas tintas para o poder atractivo, e para além disso usufruem de um metabolismo mais eficaz que lhes permite perder calorias com uma facilidade bastante superior à delas, só por estarem sentados em frente a um computador. A verdade é que eles podem dar-se a este “luxo”, até porque, aparentemente, as meninas preocupam-se pouco com a elegância deles......basta olharmos à nossa volta e são inúmeros os casais em que o menino é rochunchudo e a menina é esbelta..................................................

??Será esta a prova derradeira que elas previligiam mais os aspectos psicológicos do que os físicos (em oposição a eles)??????????????
Sinceramente não sei, mas sobre este assunto não me alongarei agora.

Friday, August 12, 2005

As pessoas fazem os lugares - continuação

A viagem....

A viagem foi entristecedora mostrando o abandono a que Portugal está entregue.....nuvens de fumo cobriram o sol durante quilómetros de viagem, paisagens despidas denunciavam o terror de outros anos, quando as chamas as assaltaram roubando-lhes toda a vegetação, e lembravam-nos que nem todos podem ter o previlégio de deixar a sua terra...

Quando chegámos a Alvaiade e parámos para encher os garrafões de água, foi como transpôr uma barreira que nos separava da triste realidade que se vivia noutros lados e entrar no conforto típico e reconfortante transmitido pela pureza de uma região.
Eu não sou uma verdadeira apreciadora de água, bebo água para além de quando tenho necessidade porque é um bem único cheio de benefícios para o nosso organismo, no entanto, a água de Alvaiade é deliciosa (nunca pensei poder classificar assim a água), apetece beber, beber, beber até ficar com uma barriga igual à do Obelix......

Onde está o javali??

Passados cinco minutos alcançámos a paz, sossego e tranquilidade que só se encontram no coração de Portugal entre pessoas que nos fazem sentir bem. Depois do jantar, e enquanto esperávamos pelo pessoal da margem norte, fomos tentar apanhar ar fresco e conhecer a aldeia. Como em toda a aldeia que se preze, as pessoas estavam na rua a conversar e como é comum em todos os locais que eu vou, tinha que encontrar alguém do meu quotidiano. Continuámos a caminhar, em busca de um javali (estávamos empenhados em conseguir uma boa refeição de baixo custo para o dia seguinte!!!)......a estrada conduziu-nos e parámos no ponto onde o céu e as estrelas eram a única luz que nos iluminava......lamento profundamente não poder disfrutar deste céu diariamente....é impressionante o esbanjar de electricidade que há numa cidade, perdendo-se a hipótese de desfrutar da maravilhas de um céu estrelado, quando são necessários apenas 30min para os bastonetes reagirem e os nossos olhos se adaptarem à escuridão.
Afastados da luz da aldeia lá estávamos nós que nem quatro desgraçados no meio da estrada a contemplar o céu estrelado......que nem quatro desgraçados para quem passava, profundamente felizes entre nós.....

A 1ª noite

O pessoal da margem norte chegou!!!
Vinham podres!! A velhice tem destas coisas......... Chegaram só queriam ver uma cama à frente (em alguns casos, um chão à frente) e como nos esperava um dia de sábado agitado, foi de facto o mais sensato.

Todos nós sabemos que a Anita é uma tagarela, agora que ela fazia monólogos durante a noite......Passou a noite toda na conversa, ainda tentei entrar na conversa mas ela soltou uns grunhidos que me desmotivaram.....enfim: nã dormi nada de jêto!!!!

Canoando

A ideia de fazer canoagem no Tagus nunca me entusiasmou muito. Não pela actividade em si, mas porque sempre achei o Zêzerus muito mais atraente devido à cristalinidade da água que apresenta (pelo menos na zona de Constância).
Ideia errada!!!!
Esse facto não penalizou em nada a diversão....foi ESPECTACULAR!!!! A paisagem envolvente é linda! A conjunção da fauna, flora e geomorfologia registada ao longo de tantos anos faz desta zona um aprazível lugar para o público em geral mas para amantes de geologia torna-o ainda mais apetecível....

Eu e o Ginja formámos a equipa Bado(alho)ca (apesar do Ginja se ter cortado com a t-shirt)......e equipa foi mesmo só porque remámos (ou melhor pagaiámos) na mesma canoa porque o Ginja aproveitava a desculpa de abalrroar as outras canoas para me atirar litros de água em cima.
Nestas ocasiões descobre-se muito sobre as pessoas, mesmo as que damos já por conhecidas, como tal, descobri que apesar do Ginja ser um calmeirão com idade para ter tino, tem medo da água!!!!! Pois é.....passou a viagem inteira a tirar água da canoa!!! Quer dizer.....vendo bem as coisas.....pode perfeitamente ter sido um pretexto para não remar...hum......

Acho que temos todos imenso jeito para “canoar”...apesar de, vendo bem, estávamos sobre a influência da água de Alvaiade....de qualquer modo, quando o desemprego bater à porta, a pesca é uma boa actividade a considerar....nesta área, a Maria e o Paulo seriam provavelmente piratas!!!!

Almoço no Tulio (ou Júlio)

Estou convencida que esta história de Tulio foi um erro de impressão!!!
Chegámos ao restaurante estávamos mortos e acho que se demorassem mais um minuto que fosse a vir a comida, adormecíamos em cima da mesa.
Migas de peixe.....ó amigos!! Eu quando vi as ovas....ou melhor as ovinhas....ía-me dando um baque.....a minha ideia de migas era um bocadinho diferente.....mas estavam óptimas, o poêjo dava-lhes um toque divinal!! Apesar de, estar confirmada a minha ideia de que não tenho muita pachorra para comer peixe de rio.....são mais as espinhas do que o peixe.....no entanto, tudo não passa de uma questão de hábito!! Ouve também quem comesse javali e ainda houve quem comesse ossos de javali (delicadezas do nosso Jibóia!!)

Tróia por um fanhoso

Chego à conclusão que Tulio não foi um erro de impressão.....na verdade por estes lados o mais provável é trocarem os Js pelos Ts......enfim, cada terra tem as suas tradições e custumes.....

Após almoçar estávamos mortos......o calor era abrasador....era como se “o diabo nos tivesse posto numa espetada e andasse a girá-la por cima das brasas” ......precisavamos de um local com água onde o pessoal pudesse ir “borregar”.......”ah, e tal, é já ali...”, na verdade era impossível encontrar um local mais perto uma vez que com a seca que consome este país, inúmeros foram os locais pelos quais passámos, que eram antigas estações balneares e que estavam reduzidos a um fio de água!!!! Que tristeza!!!
Mas o percurso valeu a pena! Foram talvez umas “duas costas” de viagem mais cerca de “1/3 de costa” em caminho alcatroado de novo com dois sentidos “um para lá e outro para cá”!!! O sítio era espectacular, tinha duas piscinas naturais....tão naturais que o Ginja conseguiu a proeza de esgadanhar-se todo entre as silvas!!

2ª noite

Chegados de Fróia, foi altura de dar banho ao gado.....neste ponto de vista, o Paulo foi o pastor!! Assim, ficámos todos fresquinhos para uma noite de puro ABOMINANÇO!!

O jantar foi tão bem arquitectado e confeccionado através de pura invenção com todos os alimentos de que dispunhamos que a hotelaria revelou-se outro modo eficaz de fugir ao desemprego....

Depois de um verdadeiro jantar aldeão, a noite não estaria completa sem o tradicional pé de dança que foi uma verdadeira revelação de artistas!!!
- O Paulo e a Maria ....no coments.....abominam sem restrições em tudo o que é lado, qq que seja a hora como tal.....
- A Anita e a Filipa revelaram-se verdadeiras “Ladys of the Dance”
- O Ginjinha deve ir a bailaricos desde que começou a andar
- O Jibóia......fala, fala, fala....mas mais uns tempinhos e é um verdadeiro Michael Flatney´s português!!!

A noite não estaria completa sem ver as estrelas......e apesar da exaustão começar a consumir-nos, para determinado tipo de coisas o cansaço não existe como tal, pusémo-nos a escalar o monte em busca de uma iluminação o mais natural possível.....a caminhada parou a meio e devo confessar que em parte a culpa foi minha mas a verdade é que estar a caminhar num espaço desconhecido, em terra batida, de chinelos não estava a revelar-se muito confortável. Parámos e ficámos a apreciar o céu que, independentemente do local, é igualmente belo.....ver a estrada de S. Tiago, a Estrela Polar, a Ursa Maior, a Cassiopeia e outras constelações que para mim só são visíveis com uma Anita à mão. Discutir sobre meteoros e meteoritos e ver as estrelas cadentes (ou então desviar os olhos das estrelas cadentes, que também houve quem o fizesse!! Temos que ver que é igualmente um desafio!!!!
Nessa noite decerteza que ía dormir...estava tão moída que nem a água de Alvaiade me podiam devolver as energias! Mas, a vontade que o fim de semana não acabasse era grande e o cansaço era físico, como tal, a noite prolongou-se com uma animada conversa sobre aterros.........sinceramente nunca pensei que um tema tão mal cheiroso originasse uma conversa tão agradável!!
Fechámos as goelas às 3h da manhã e acordámos com a Maria do Céu a ressonar (ela tinha o nariz entupido e caíu no erro de não pôr Piralvex!!

Warf....grrrr...Waffles

Depois de tanta conversa sobre esta especialidade nem que a electricidade faltasse nós tinhamos que arranjar maneira de fazer as Waffles, mesmo que fosse necessário colocar a máquina do Tony em cima de um braseiro! Entre ovos, farinha, fermento e açúcar sem quantidades específicas, com a opinião de um e de outro lá nos desenrrascámos e confeccionámos as Waffles para um pequeno almoço pouco saudável e pouco típico da terra mas que calhou que nem Ginjas (por falar em Ginjas...tenho que enaltecer o magnífico desempenho do Ginjinha como arrumador de pratos.....se estivéssemos em obra, o Ginja seria o guindaste....todas as cozinhas deviam ser equipadas com um super Ginja, aliviaria muitos problemas de costas).

Enfim.....o que á bom acaba rápido e como o pessoal da margem norte já está com um pé para a cova, foram-se embora porque precisam de ir descançar............. mas................ a margem sul é movimento e acção como tal................. to be continue

Viajando

A viagem de regresso foi bastante calma, dividida em dois troços, o que permitiu apreciar o encanto de outros lugares.
Almoçámos num belo parque virado para o Rio Sôr disfrutando de uma paisagem calma, de ar puro e de uma temperatura amena, a que se seguiu uma partida de Sueca......eu nunca tinha jogado Sueca (ou melhor tinha jogado um jogo na sexta à noite enquanto esperávamos pelo pessoal), o Pedro achou que eu teria sorte de principiante e então formámos uma equipa contra a Anita e a Filipa.....nos dois primeiros jogos a coisa até não correu mal mas depois.....a coisa começou a correr mal quando a Anita resolveu seguir o ditado: “ Sorte ao jogo azar ao amor” e encomendou um físico, louraço, de olhos azuis.....obviamente isto tinha que correr mal....e com pedidos destes o jogo começou a falhar para a nossa equipa que, não sei em relação ao Pedro, mas os meus ideais são um bocadinhos mais simples..........
Só mais tarde me apercebi que, por estranho que pareça, o ideal da Anita
não é assim tão transcendente como isso...afinal de contas já descobrimos dois, certo??? Como tal.....ou era a Filipa ou o Pedro que estavam a fazer bluff!!!

Se pensam que os alentejanos passam as tardes de calor enfiados em casa a bater a sorna enganam-se.....descobrimos que eles escolhem o café com ar condicionado mais próximo e enfiam-se todos lá dentro na berraria......ainda dizem que não são activos!!! E já agora....se ainda restam dúvidas, venham conhecer a minha mãe!!!!!!!!!!!!

Bem, o dia estava a passar a uma velocidade estonteante e teve o seu culminar com uns banhos espectaculares na barragem..........especialmente a parte em que eu e a Anita ficámos cravadas de uns bichos parecidos que se cravavam na pele tipo sanguesugas. Eu já conheço aquela zona há muito tempo e já tinha conhecimento daqueles bichos.....os gajos alojam-se no nosso corpo quando ficamos muito tempo parados em águas pouco profundas....e foi isso exactamente o que aconteceu......eu e a Anita ficámos numa de relax à “beira barragem” e quando nos levantámos...oooppppsss!!!!!!!! Eu não me preocupei muito porque já tinha conhecimento disso devido à minha avó que quando ía à barragem ficava lá sempre deitada e acontecia-lhe o mesmo não lhe causando nenhum prejuízo......mas.... o mesmo não achou a Anita, como tal iniciou-se a operação de catar a Anita.......deve ter um sangue saboroso porque ela estava cheia daqueles bichos......agora a sério, os bichos não sugam sangue nenhum, provavelmente removem tecidos mortos mas não deixa de ser desagradável tê-los colados ao corpo.

Adorei este fim de semana!!! Rodeada de amigos, entre coisas simples......

São estes curtos momentos, em que as preocupações desabitam por momentos os nossos pensamentos, que deixam entrar ar fresco e instalam uma sensação de paz e tranquilidade nas nossas vidas.

Thursday, August 11, 2005

As pessoas fazem os lugares

As pessoas fazem os lugares...

Foi um fim de semana espectacular que confirmou o que há muito tempo acho!!!

Por muito mal que as coisas andem.....
Há sempre momentos que enchem a nossa vida
E esses momentos estão nas coisas mais simples

Adoro o campo e o interior de Portugal.....basta-me ver um campo de trigo, que uma sensação de tranquilidade apodera-se de mim.....mas, ter:

- um campo de trigo,
- umas cristas quartzíticas,
e
- onze marmanjos(as) a gritarem que aquilo são cristas quartzíticas................

é abismal!!!!!!!!!!!!!!!!